quarta, 13 de janeiro de 2021 - 19:12h - 657
POLÍCIAS CIVIS DO AMAPÁ E DO PARÁ DEFLAGRARAM A "OPERAÇÃO REDI LEGI" COM O OBJETIVO DE CUMPRIR MANDADOS DE PRISÕES DE INTEGRANTES DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA
Por: Assessoria de Comunicação PC-AP
Foto: Polícia Civil

Nessa quarta-feira, 13, a Polícia Civil do Amapá e a Polícia Civil do Pará, deflagraram a “Operação Redi Legi”, com o objetivo de dar cumprimento a mandados de prisões de integrantes de organização criminosa, responsáveis pela invasão à Delegacia de Polícia do município de São Domingos do Capim, no estado do Pará, e tentar matar um escrivão de Polícia com 10 tiros.
Em Macapá, a ação foi coordenada pelo Delegado Fábio Araújo e teve o objetivo de cumprir mandados de prisões em desfavor de um casal, que morava em área de ponte localizada no Bairro Universidade.
“Investigamos por cerca de três meses até que conseguimos localizar o alvo principal, que tinha cinco mandados de prisões em aberto. Planejamos uma ação para prendê-lo, que contou com os policias da Divisão de Capturas, do Grupo Tático Aéreo, da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Pará e, ainda, contou com o apoio do Canil da nossa Polícia Civil. O alvo era um criminoso extremamente perigoso, membro de organização criminosa e estava foragido do estado do Pará. Ele planejou o ataque à Delegacia e a execução do policial. Ele morreu em troca de tiros com os policiais civis. A companheira dele, que estava com dois mandados de prisões em aberto pela prática do crime de tráfico de drogas, também foi presa", destacou o Delegado.
O Delegado informou ainda que o foragido chegou à Macapá no ano passado e tinha uma ocupação aparentemente lícita, através de uma pequeno comércio. Porém, já estava recrutando novos integrantes para a organização criminosa a qual pertencia e praticando o tráfico de drogas.
"Ele já estava tendo uma vida normal aqui em Macapá, inclusive, estava utilizando identidade falsa. Na casa dele, encontramos o documento falso, uma porção de maconha, dinheiro e a arma que ele usou contra os policiais. As investigações apontavam que ele poderia estar em uma das três casas onde realizamos o cerco. Essas pessoas tem o costume de não ficar em apenas uma residência. Lá, também havia uma rota de fuga por região de mata", finalizou o Delegado.
No estado do Pará, houve duas prisões e a morte de um dos investigados. A operação aconteceu em Belém, São Domingos do Capim e Iguaçu.
A companheira do traficante será recambiada ao presídio do estado do Pará.

IMAGENS RELACIONADAS
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

POLÍCIA CIVIL - Polícia Civil do Estado do Amapá
Av. Fab, nº 84 - Centro - Cep: 68900-000, Macapá - AP - (96) 2101-2800 - contato@policiacivil.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2021 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá