terça, 21 de junho de 2022 - 12:09h - 101
EM VITÓRIA DO JARI, POLÍCIA CIVIL APREENDE MADEIRA EXTRAÍDA DE FORMA ILEGAL NO ESTADO DO PARÁ E PRENDE AS PESSOAS RESPONSÁVEIS PELA EXTRAÇÃO, TRANSPORTE E RECEPTAÇÃO DO MATERIAL ORGÂNICO
Por: Assessoria de Comunicação PC-AP
Foto: Polícia Civil

Nesta segunda-feira, 20, a Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Polícia de Vitória do Jari, com o apoio da equipe da Operação Hórus, prendeu duas pessoas em flagrante por crimes ambientais e apreendeu grande quantidade de madeira extraída de forma ilegal.
De acordo com o Delegado Erivelton Clemente, a prisão em flagrante ocorreu em um porto clandestino, no município de Vitória do Jari.
"O acusado recebeu voz de prisão no momento em que estava desembarcando as madeiras em um porto clandestino e colocando-as em um caminhão caçamba. Ele confessou que não tinha autorização para extrair e nem para transportar a madeira. A madeira era extraída de forma ilegal no estado do Pará e era trazida, já beneficiada, para o município de Vitória do Jari. O acusado foi autuado pelo crime do Art. 46 da Lei de Crimes Ambientais. O receptor da mercadoria também foi autuado em flagrante pelo crime constate no parágrafo único do Art. 46, da mesma Lei, uma vez que estava recebendo a madeira para fins de comercialização, sem a devida documentação legal obrigatória", explicou o Delegado.
O Delegado informou ainda que, as duas pessoas presas em flagrante responderão em liberdade. A madeira apreendida será doada à Prefeitura de Vitória do Jari para ser usada em obras públicas com finalidade social, uma vez que o município passou por uma situação difícil após ser atingido pela cheia do Rio Jari, o que causou destruição de casas e passarelas.

IMAGENS RELACIONADAS
NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

POLÍCIA CIVIL - Polícia Civil do Estado do Amapá
Av. Fab, nº 84 - Centro - Cep: 68900-000, Macapá - AP - (96) 2101-2800 - contato@policiacivil.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2022 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá