terça, 24 de maio de 2022 - 12:39h - 942
EM MACAPÁ, POLÍCIA CIVIL INDICIA HOMEM QUE MATOU SEU COMPANHEIRO COM UM GOLPE DE FACA NO PEITO
Por: Assessoria de Comunicação PC-AP
Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil do Amapá, por meio da Delegacia de Homicídios, indiciou um homem de 42 anos de idade, pela prática do crime de homicídio.
De acordo com o Delegado César Ávila, o crime aconteceu no dia 27 de fevereiro desse ano, na casa em que a vítima morava, localizada no bairro Jardim Felicidade. A vítima, um homem de 33 anos de idade foi morta com golpe de faca no peito. Na oportunidade, o companheiro da vítima foi preso em flagrante pela Polícia Civil.
"Quando a equipe da Delegacia de Homicídios chegou ao local do crime, o fato de não ter uma trilha de sangue na entrada da residência chamou a atenção, pois o suspeito alegava que o seu companheiro havia chegado em casa já ferido, porém só teria começado a sangrar após retirar a mão do peito. Informou ainda que, na casa estavam apenas ele e a vítima. As manchas de sangue se concentravam apenas na sala, o que foi comprovado pela perícia, a qual também concluiu que a vítima foi ferida e morreu naquele local, não deixando dúvida alguma quanto à autoria do crime. As testemunhas não identificaram qualquer pessoa estranha entrando ou saindo da casa. Em audiência de custódia, o autor do fato foi posto em liberdade. O inquérito policial foi concluído apontando como o crime aconteceu e com indícios fortes de autoria", explicou o Delegado.
O Delegado destacou ainda que, durante audiência de custódia, o suspeito acusou, de forma caluniosa, os Policiais Civis por agressão física e homofobia, o que não restou comprovado.
"Durante a investigação e nos atos que precederam o flagrante delito, o suspeito esteve acompanhado por sua Advogada e parentes. Em momento algum, ele foi agredido fisicamente pelos Policiais Civis, situação comprovada por meio dos laudos. Além disso, não houve qualquer situação que enseje o crime de homofobia por parte dos Policiais Civis, os quais irão responsabilizá-lo pela acusações infundadas. Ressalto que a equipe da Delegacia de Homicídios cumpre seu dever e a lei, com respeito ao ser humano e aos direitos humanos, independente da orientação sexual do autor do fato" finalizou o Delegado.

NEWSLETTER

Receba nossas notícias em seu e-mail ou celular.

POLÍCIA CIVIL - Polícia Civil do Estado do Amapá
Av. Fab, nº 84 - Centro - Cep: 68900-000, Macapá - AP - (96) 2101-2800 - contato@policiacivil.ap.gov.br
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2017 - 2022 Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá