domingo, 15 de maio de 2022 - 10:45h - 2082
Estado Forte, Povo Seguro: Governo leva atendimentos de saúde para agentes da Segurança, em Oiapoque
São mais de R$ 4 milhões investidos na estruturação das políticas de promoção da saúde e bem-estar dos agentes da Segurança.
Por: Claudio Morais .Colaboradores: Kelly Pantoja
Foto: Erich Macias
A estimativa é alcançar cerca de 100 servidores com os atendimentos que seguem até domingo, 15.

Ocorreu neste sábado, 14, o primeiro dia de atendimentos de saúde, do programa Pró-Vida, realizados pelo Governo do Estado para agentes da Segurança Pública. A estratégia, que iniciou no município de Oiapoque, continua no domingo, 15, e alcançará todos os municípios do Amapá. Somente no primeiro dia de ação, foram atendidas mais de 60 pessoas, entre agentes das polícias Militar, Civil, Penal, Científica e do Corpo de Bombeiros Militar e seus dependentes.

O cuidado e valorização do efetivo faz parte do planejamento do programa Estado Forte, Povo Seguro, maior programa de reestruturação da Segurança Pública e Defesa Social da história do Amapá, e que já investiu mais de R$ 290,5 milhões no setor.

Os serviços ocorrem em consultórios instalados na Escola Estadual Joaquim Caetano. A equipe multidisciplinar responsável pelos atendimentos é formada por 36 servidores da Segurança especializados neste tipo de trabalho, como médicos, enfermeiros e psicólogos. 

Para o comandante do Grupamento Bombeiro Militar de Oiapoque, Cel. Sandro Bonfim, os investimentos na valorização dos agentes da Segurança e Defesa Social refletem em maior qualidade do serviço prestado à comunidade.

"Essa é uma ação de suma importância para os nossos agentes, que levam diuturnamente a defesa e a segurança para a população. Estando bem assistidos, certamente levarão um serviço de maior qualidade, humanizado e responsável para a população", celebrou o militar.
 

"Estamos aqui na fronteira, com todos os agentes da Operação Hórus, e só temos a agradecer esse atendimento do Pró-Vida com os médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, psicólogos. É no atendimento primário que identificamos o que poderia se tornar problema mais adiante e realizar o tratamento adequado. Ganha a Segurança e ganha toda a sociedade", concluiu o delegado da Polícia Civil de Oiapoque, Charles Corrêa.

Pró-Vida

Executada pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a ação do Pró-Vida integra o Programa Nacional de Qualidade de Vida para Profissionais de Segurança Pública (Pró-Vida), que elabora, implementa, apoia, monitora e avalia projetos de atenção à saúde dos profissionais da Segurança Pública e Defesa Social.

São mais de R$ 4 milhões em investimentos para estruturar o programa e levar o atendimento preventivo de saúde para os servidores.


 
Frentes de Atendimento

As projeções da Sejusp apontam que mais de 100 agentes sejam atendidos nos dois dias de ação. Os atendimentos continuam no domingo, 15, com uma ampla gama de atendimentos para os servidores da Segurança Pública em serviço e seus familiares:

Enfermagem - Triagem e direcionamento de pacientes para os demais atendimentos. Realização de anamnese, com foco no mapeamento de doenças pré-existentes autodeclaradas, circunferência abdominal, entrevista sobre hábitos relacionados à qualidade de vida e fatores de risco para o desenvolvimento de doenças.

Odontologia - Atendimento descentralizado nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Planalto e Nova Esperança, cedidas pela prefeitura de Oiapoque. Serão realizados atendimentos de raspagem, profilaxia, aplicação tópica de flúor, e em casos de urgência, tratamento de queixas do paciente, além de coleta de dados odontológicos e distribuição de kits bucais.

Centro de Capacitação Física e Desporto dos Bombeiros (Cefid) - Avaliação antropométrica, ou seja, avaliação das características físicas, desenvolvimento muscular, percentual de gordura e fatores de risco corporais, com atendimento de profissional fisioterapeuta.

Psicologia e Assistência Social - Aplicação de formulários institucionais, testes e entrevista individual para avaliação da saúde mental, estresse, ansiedade, depressão e outros fatores de cuidado psicológico, além do mapeamento da qualidade de vida de cada servidor e de seus dependentes.
GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá