segunda, 20 de junho de 2022 - 13:23h - 2265
Estado Forte, Povo Seguro: Governo inicia formação de peritos para aprovados no concurso da Polícia Científica
Após formados, novos peritos atuarão na elucidação de crimes e fortalecerão investigações em todo o estado.
Por: Claudio Morais
Foto: Ianca Moreira/Secom
Aula inaugural ocorreu no auditório do Museu Sacaca nesta segunda-feira, 20.

Doze candidatos do concurso de 2017 para perito médico legista da Polícia Científica iniciaram o programa de formação, última etapa antes da posse. A aula inaugural do curso ocorreu no auditório do Museu Sacaca nesta segunda-feira, 20.

Ao final de dois meses de instrução técnica, os novos peritos atuarão na elucidação de crimes e fortalecerão investigações em todo o estado.

Esta é a segunda turma do certame realizado pelo Governo do Amapá, no fim de 2017, e que empossou 19 aprovados já no ano seguinte.

De acordo com a secretária-adjunta de Administração (Sead), Regina Duarte, a convocação de mais uma turma de aprovados do concurso é resultado das políticas fiscais e administrativas do Estado, que resultam no equilíbrio do orçamento público.

“Somente com as contas em dia, recursos em caixa e a ‘casa arrumada’ é que o Governo consegue ampliar investimentos, como tem sido feito em infraestrutura e pessoal. E com a pandemia de covid-19 sob controle, as regras da Lei 173/2020 [Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus], que impediam novas contratações e reajustes salariais em âmbito nacional, foram encerradas ao final do ano passado, possibilitando novos avanços já este ano”, detalhou Duarte.

A ampliação, capacitação e valorização do efetivo, assim como a entrega de novos prédios e equipamentos, fazem parte do programa inédito Estado Forte, Povo Seguro, realizado pelo Estado, que já investiu mais de R$ 290,5 milhões na reestruturação da Segurança Pública no Amapá.

“A convocação destes novos profissionais representa uma grande valorização para o trabalho pericial em todo o estado. Trarão, por exemplo, mais celeridade em regiões estratégicas para a Segurança Pública, como o Oiapoque”, frisou o diretor-presidente da Polícia Científica, Salatiel Guimarães.

Trabalhar na resolução de crimes transfronteiriços em Oiapoque é uma das expectativas do aluno Alexandre dos Anjos, que mora no município e já atuou durante dois anos como militar no distrito de Clevelândia do Norte.

“Sempre foi um grande sonho pra mim, fazer parte da Segurança Pública, e a convocação neste concurso é mais uma oportunidade para, como morador de Oiapoque, servir ao meu estado”, celebrou o aprovado.

Aprimoramento

O curso de formação é realizado pela Escola de Administração Pública (EAP), autarquia vinculada à Sead responsável pela contratação dos instrutores e palestrantes. Serão 452 horas de capacitação técnica, que junto com o estágio supervisionado, entregará até o final do mês de agosto os novos servidores para a Segurança Pública do Amapá.

Serão trabalhados conteúdos de traumatologia e toxicologia forenses, medicina legal, odontologia e DNA forenses, antropologia forense, criminalística aplicada à medicina, criminologia e psiquiatria forenses, tanatologia e papiloscopia.

No eixo jurídico, o curso inclui conteúdos de direito penal e processual penal, constitucional, administrativo, Direitos Humanos, Lei Maria da Penha, Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), Lei Seca, entre outros.

GALERIA DE FOTOS

Créditos:

Ianca Moreira

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá